Quais são as vantagens da formação de empresa offshore?

Obviamente, a principal vantagem de escolher a jurisdição offshore para a constituição de uma empresa é a minimização legal dos impostos que terá de pagar. Os investidores estrangeiros podem se beneficiar de impostos baixos ou isenções fiscais dependendo do país escolhido para fazer negócios. A segunda vantagem é o maior alcance da confidencialidade. As empresas não residentes não são obrigadas a publicar os seus resultados financeiros e as informações sobre administradores e acionistas permanecem confidenciais.

Os empreendedores que escolhem a criação de empresas offshore podem ter um escritório virtual, pois não exercerão nenhuma atividade no país onde a empresa offshore está constituída. Os custos de constituição e manutenção da empresa são inferiores aos de outros países e, portanto, o requisito de capital social mínimo. Em alguns países, não há necessidade de depositar o capital social na incorporação. Os destinos offshore oferecem um ambiente favorável aos negócios e, com a ajuda de nossos especialistas em formação de empresas, você encontrará todos os detalhes de que precisa para um processo bem-sucedido de abertura de negócios.

Como o banco offshore é tratado?

Os bancos globais têm políticas diferentes quando se trata de criação de contas corporativas e algumas delas podem ser mais rígidas em alguns locais do que em outros. Na maioria das vezes, os centros financeiros offshore também são boas opções para a criação de contas bancárias offshore para fins individuais ou corporativos. Alguns exemplos de tais países incluem as Ilhas Virgens Britânicas, Hong Kong, Seychelles e outros. Abrir uma conta bancária corporativa para fins bancários internacionais pode ser mais vantajoso tanto em jurisdições de baixa tributação quanto em centros financeiros offshore, dependendo das necessidades bancárias específicas do requerente e dos regulamentos bancários específicos em uma determinada jurisdição. 

Nossa equipe de agentes é especializada na criação de contas bancárias offshore e pode oferecer pacotes completos que incluem a criação de uma empresa offshore mais uma conta bancária offshore ou uma conta bancária offshore sem a constituição de uma empresa local. A última opção está sujeita a certos critérios, dependendo da jurisdição. Podemos ajudar na criação de conta bancária mesmo quando o solicitante ou cliente não pode visitar o banco pessoalmente e podemos detalhar os bancos que têm políticas favoráveis ​​para investidores que desejam iniciar um negócio.

Quais são as melhores jurisdições offshore do mundo?

É difícil nomear os melhores offshores, pois cada um oferece soluções interessantes para um negócio específico, porém os mais famosos continuam sendo BVI , Seychelles ou Panamá . Além desses tradicionais, também existem os de baixa tributação, como Cingapura, Hong-Kong ou Dubai.

Ao escolher a jurisdição onde devem basear sua empresa offshore, os investidores estrangeiros devem observar as leis tributárias específicas e as leis de incorporação de empresas. Embora seja verdade que a maioria dessas jurisdições permite impostos muito baixos ou nenhum, este não é o único critério ao escolher o local para a incorporação offshore. A estabilidade política e econômica do país, os requisitos de arquivamento anual e o nível de confidencialidade para os proprietários beneficiários da empresa são todos pontos de interesse para muitos investidores.

O nível de confidencialidade do investidor é importante para muitos investidores interessados ​​na formação de empresas offshore. Este é um problema para o qual centros offshore como Belize criaram uma solução adequada: os nomes dos proprietários beneficiários não são incluídos nos registros públicos.  O próximo passo para a confidencialidade do investidor , medida que existe em algumas jurisdições, incluindo Belize, consiste em uma sólida política de confidencialidade em questões bancárias. Belize observa esses princípios e os regulamentos aplicáveis ​​estabelecem que a identidade do titular da conta só pode ser divulgada se houver uma investigação criminal e uma ordem judicial tiver sido emitida em seu nome. Os paraísos fiscais derivam seu nome de sua principal característica: eles oferecem aos investidores a capacidade de fazer negócios em um país onde não há impostos ou impostos muito baixos sobre os lucros das empresas. Além disso, o paraíso fiscal permite que os investidores tenham acesso aos serviços bancários offshore, podendo assim evitar o pagamento de impostos no seu país sobre os rendimentos que produzem neste tipo de jurisdição. Os esquemas usados ​​pelos investidores são direcionados para a minimização fiscal e não principalmente para a evasão fiscal, uma vez que algumas dessas jurisdições têm sido acusadas ao longo do tempo. Em resumo, as principais razões pelas quais a incorporação offshore é preferida por muitos investidores são as seguintes:

  • benefícios fiscais: o status de paraíso fiscal é o principal motivo para a abertura de um offshore; isso também pode depender de como a receita do negócio offshore é tratada no país de origem do investidor.
  • proteção de ativos: as estruturas jurídicas estabelecidas nessas jurisdições são frequentemente utilizadas para proteção de ativos; em geral, os credores não podem acessar facilmente o ativo armazenado dessa forma pelos investidores.
  • simplicidade de manutenção: registro e gestão de empresas são fáceis em jurisdições offshore; ter um agente local, bem como pagar as taxas anuais, costumam ser os únicos requisitos obrigatórios.
  • privacidade: conforme afirmado anteriormente, os investidores não são obrigados a divulgar suas identidades e, em todos os casos, um serviço de diretor nomeado pode ser usado. 

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

FONTE: https://www.estadao.com.br/mais-lidas

FONTE: https://www.metropoles.com/