Cuidando Bem de Si

Trabalhando em direção a metas

As pessoas em recuperação oferecem as seguintes sugestões:

  • Concentre-se em seus pontos fortes.
  • Concentre-se na resolução de problemas.
  • Concentre-se no futuro em vez de rever as mágoas do passado.
  • Concentre-se em sua vida em vez de sua doença.

Enquanto trabalha em sua recuperação, você pode anotar alguns de seus objetivos mais importantes. Essas metas podem ser de curto prazo e facilmente alcançáveis, ou você pode começar a identificar metas maiores e de longo prazo para as quais trabalhar. É útil pensar em pequenos passos a serem dados ao longo de um período de tempo, como uma semana ou um mês. Lembre-se de se parabenizar por todas as conquistas. Atingir metas, mesmo as pequenas, é um sinal de esperança e realização.

Desenvolver metas de recuperação pode ser difícil, especialmente quando você não tem certeza do que deseja alcançar. Considere seus interesses, coisas que lhe trazem alegria e coisas que o motivam. Além disso, pense nas coisas que deseja, como onde quer que sua vida vá ou o que mais faria se pudesse. Investir pesadamente nas metas que você estabelece aumenta as chances de alcançá-las. Quer saber mais sobre? Acesse https://todavoce.com.br/

Depois de definir metas, você precisa descobrir o que é necessário para alcançá-las. Perceba por que você definiu essa meta e como sua vida mudará quando ela for alcançada. Você também deve considerar seus pontos fortes e habilidades que o ajudarão a atingir seu objetivo. Tente incluir os sistemas e recursos de suporte necessários que podem ajudá-lo no processo, se necessário. Por fim, lembre-se de focar no objetivo e não nas dificuldades que você pode enfrentar. Mantenha a mente aberta e saiba que você pode encontrar obstáculos ao longo do caminho. A recuperação não é uma tarefa fácil, e focar nas experiências negativas só tornará as coisas mais difíceis.

Crie um diário ou álbum de recortes de fotos e recortes de jornais para ajudá-lo a atingir seus objetivos. Manter um diário ou álbum de recortes é uma ótima maneira de rastrear seus objetivos e lembrá-lo das coisas que você realizou e das que ainda deseja realizar. Continue adicionando novas metas conforme elas aparecem. A recuperação é um processo contínuo e continuar a definir metas o manterá motivado para alcançar e manter o bem-estar.

Fonte de Reprodução: Getty Imagem

Cuide-Se

Cuidar bem de si mesmo é fundamental para o sucesso do seu processo de recuperação. As pessoas em recuperação estão descobrindo que sua saúde física, mental e emocional estão todas conectadas e que o apoio mútuo ajuda. Quando você cuida de todos os aspectos de si mesmo, é mais provável que você se saia bem.

Para ajudá-lo em sua recuperação, você pode acessar uma depressão de três minutos, uma ferramenta de triagem de ansiedade e um rastreador de progresso, transtorno bipolar e outros acessos ao TEPT. Clique aqui para executar uma triagem ou marcar seu progresso.

Algumas dicas de autocuidado incluem:

  • Viva com saúde,  coma alimentos saudáveis, durma o suficiente, faça exercícios regularmente e evite drogas e álcool. Gerencie o estresse e faça check-ups médicos regulares.
  • Pratique uma boa higiene. Uma boa higiene é importante por razões sociais, médicas e psicológicas, pois não apenas reduz o risco de doenças, mas também melhora a maneira como os outros veem você e como você se vê.
  • Veja amigos  para construir seu senso de pertencimento. Considere ingressar em um grupo de apoio para fazer novos amigos.
  • Tente fazer algo que você goste todos os dias. Isso pode significar dançar, assistir a um programa de TV favorito, trabalhar no jardim, pintar ou ler.
  • Encontre maneiras de relaxar,  como meditação, ioga, massagem, banho ou caminhada na floresta.

Fortaleça Suas Conexões

A importância de incorporar alegria, espírito e relaxamento em sua vida tem muitas implicações para o desenvolvimento da resiliência (a capacidade de se recuperar de doenças) e manter uma boa saúde. Os quatro Cs para alegria, espírito e relaxamento são: conecte-se consigo mesmo, conecte-se com os outros, conecte-se com sua comunidade e crie alegria e realização. Ao usar esses quatro Cs, lembre-se de continuar tentando aumentar seu nível de conforto e fazer coisas que talvez nunca tenha feito antes.

Conecte-Se Com Você Mesmo

É importante que você verifique com você mesmo regularmente. Caso contrário, você pode não perceber que as coisas estão mudando ou saindo do controle. O autoexame lhe dá a oportunidade de avaliar onde você está em sua recuperação. Pode ser necessário reajustar seu plano de ação ou experimentar diferentes ferramentas de enfrentamento.

Se você já passou por momentos ruins no passado, entende como pode ser difícil sair desses lugares. Aprender o máximo que puder sobre sua condição de saúde mental o ajudará a saber que seus momentos difíceis não são sua culpa. Fazer uma lista de conquistas que você alcançou é um bom recurso para consultar quando estiver se sentindo para baixo. Para saber mais sobre tudo sua saúde mensal, acesse https://todavoce.com.br/

Outra ferramenta que pode te ajudar é registrar suas experiências. Escrever um diário é uma ótima maneira de aprender sobre si mesmo. É importante ser absolutamente honesto em seu diário; em seu diário você pode estar em guarda. Isso ajudará você a descobrir como realmente se sente e a aliviar o estresse de uma maneira não ameaçadora.

Outra maneira de se conectar consigo mesmo é se tornar um defensor e compartilhar sua história. Há muita pesquisa examinando o poder de contar histórias como uma forma de terapia. Compartilhar suas próprias experiências por meio da escrita ou da fala é uma fase importante da recuperação. Assim como você é apoiado pela leitura dos pensamentos e experiências dos outros, você também pode ser a pessoa que os ajuda a subir.

Conecte-Se Com Outras Pessoas

Passar tempo com pessoas positivas e amorosas de quem você gosta e em quem confia pode reduzir o estresse, melhorar seu humor e melhorar seu espírito geral. Podem ser familiares, amigos próximos, membros de um grupo de apoio ou um conselheiro de pares no ponto de contato local. Muitas comunidades ainda têm linhas diretas (linhas diretas gratuitas administradas por pessoas com problemas de saúde mental) para as quais você pode ligar para falar com alguém e obter apoio de colegas.

Fonte de Reprodução: Getty Imagem

A pesquisa aponta para os benefícios da conexão social:

  • Aumento da felicidade: Em um estudo convincente, uma diferença fundamental entre pessoas muito felizes e menos felizes eram os bons relacionamentos.
  • Melhor saúde: A solidão foi associada a um risco maior de pressão alta em um estudo recente com pessoas mais velhas.
  • Uma vida mais longa: Pessoas com fortes laços sociais e comunitários tiveram duas ou três vezes menos chances de morrer durante um estudo de 9 anos.

A conexão acontece quando você obtém:

  • Ajuda concreta, como pedir para um amigo buscar seus filhos na escola;
  • Apoio emocional, como ouvir alguém dizer: “Sinto muito que você esteja passando por um momento tão difícil”;
  • Perspectiva, como ser lembrado de que até os adolescentes mais mal-humorados crescem;
  • Conselhos, como uma sugestão para planejar um encontro semanal com seu cônjuge;
  • Validação, como saber que outras pessoas também adoram ler os horários dos trens.

Você tem apoio suficiente?  Pergunte a si mesmo se você tem pelo menos alguns amigos ou familiares que:

  • Você se sente confortável;
  • Dá a você a sensação de que pode contar qualquer coisa a eles;
  • Pode ajudá-lo a resolver problemas;
  • Faça você se sentir valorizado;
  • Leve suas preocupações a sério.

Fonte: