A cirurgia vascular e endovascular

A cirurgia vascular e endovascular

O que a angiologia e a intervenção vascular e a intervenção endovascular trata? O Cirurgião Vascular é o médico encarregado pelas doenças que acometem os sistemas arterial, venal e linfático. Ainda que seja conhecido mais pelo tratamento de varizes, vasinhos, microvarizes e teleangiectasias, isto é somente uma parte dessa ampla caráter e se precisa ao feito das varizes serem bastante prevalentes em nossa indivíduos e possuírem um fachada estético fundamental. Quer saber mais sobre cirurgia vascular e endovascular, acesse https://gustavofranklin.com.br/

O angiologista é o médico encarregado pelas doenças clínicas vasculares que não necessitam de intervenção. No entanto é bastante complicado afastar uma caráter de outra. A princípio visto que o paciente que busca o médico não saberá dizer se a comportamento será cirúrgica ou não, isto caberá ao médico optar. Então as duas subespacialidades estão profundamente relacionadas, sendo o cirurgião vascular acertado a alimentar clinicamente das doenças vasculares não cirúrgicas.

Intervenção Endovascular

O Cirurgião Vascular que tem similarmente titulação para adotar a Intervenção Endovascular pode utilizar-se de recentes técnicas minimamente invasivas para corporificar procedimentos cirúrgicos. As novas técnicas endovasculares fornecem uma aparência distinto para os pacientes, com tempo de recuperação mais acelerado, incisões mais baixos ou ausentes, pouco tempo de UTI, internações mais rápidas e outras benefícios. A grande dúvida é: “Por isso visto que todos não fazem o uso de intervenção endovascular para todas as doenças vasculares?” Visto que já há informações precisas para o consumo das técnicas endovasculares. Em alguns casos a técnica clássico também é superior a endovascular.

Por isto é essencial uma cuidadosa investigação e planejamento por cirurgião acertado para corporificar tanto técnica clássico quanto endovascular. – Aterosclerose, Arteriosclerose, Ateriolosclerose úlceras arteriais AVC (Acidente Vascular Cerebral) derivado de estenose de carótida (isquemia cerebral de origem extracraniana) Pé Diabético Claudicação (dor ao andar, derivado da isquemia, míngua da circulação sanguínea periférica) Aneurismas Arteriais, tanto da Aorta abdominal quanto de outras localizações tromboses arteriais isquemia de afiliados inferiores fechamento arterial aguda desbridamentos e amputações (intervenção mutilantes porém potencialmente salvadora de vidas) fasciotomias arterites e vasculites Sistema venal: As doenças venosas são as mais frequentes, sendo as varizes e as tromboses venosas as de maior existência.

Doenças vasculares

As técnicas endovasculares podem agora ser usadas para tratar uma variedade de doenças vasculares, incluindo:

  • Aneurismas da aorta

    Um aneurisma da aorta ocorre quando as paredes da aorta, que é o principal vaso que leva sangue do coração para o resto do corpo, enfraquecem. Seu sangue empurra as paredes enfraquecidas e causa inchaço, o que resulta em um aneurisma. Se essa protuberância em sua aorta estourar, pode ser fatal. Você pode fazer a cirurgia tradicional para reparar um aneurisma, mas a cirurgia endovascular é muito menos arriscada procedimento. O cateter é usado para auxiliar na inserção de uma endoprótese, que é um tubo de tecido especializado que fornece suporte às paredes da aorta. Dependendo da localização do aneurisma, essa cirurgia é conhecida como correção endovascular de aneurisma de aorta abdominal, aneurisma de aorta torácica ou aneurisma toracoabdominal. Não são necessárias grandes incisões operatórias e é possível que isso seja feito, em casos selecionados, sob anestesia local, sem necessidade de longa permanência na UTI.

  • Trombose venosa profunda

    A trombose venosa profunda (TVP) é um coágulo de sangue dentro de uma de suas veias, geralmente na área da perna ou do quadril. Se o coágulo se mover em direção aos pulmões, pode se tornar uma embolia pulmonar (EP) com risco de vida. Existem muitas causas para TVP, incluindo distúrbios de coagulação do sangue, desequilíbrios hormonais, veias danificadas ou falta de movimento, mas é importante tratar a condição para evitar úlceras, dor de inchaço e o risco de embolia. Técnicas endovasculares podem ser usadas para dissolver o coágulo, infundindo medicamentos diretamente na veia afetada ou usando dispositivos para sugar os coágulos – tudo feito através de uma simples injeção na virilha.

Fonte de Reprodução: Getty Imagens
  • AteroscleroseA aterosclerose é o endurecimento e estreitamento das artérias, o que leva a bloqueios que podem resultar em derrames ou amputações. É causada pelo acúmulo de placa, que se forma em caroços duros nas paredes das artérias em todo o corpo. Ela tende a se desenvolver através da exposição prolongada a níveis elevados de colesterol ou fumaça de cigarro, ou quando você tem pressão alta. Isso pode ser tratado com angioplastia endovascular. Quando o seu médico insere o cateter no vaso sanguíneo, ele usa um balão para esticar o vaso para que o sangue possa fluir livremente, ou pode inserir um stent para manter as paredes do vaso sanguíneo abertas e apoiar as paredes da artéria.

Sobre a Divisão de Cirurgia Vascular e Endovascular

Cirurgia Vascular e Endovascular no Brigham and Women’s Hospital (BWH) Heart and Vascular Center oferece atendimento especializado para pacientes com uma variedade de condições vasculares, das mais comuns às raras e complexas.

Nossos cirurgiões certificados colaboram com uma equipe multidisciplinar de especialistas, todos especialistas em doenças vasculares, para fornecer opções de tratamento individualizadas, inovadoras e comprovadas. Temos experiência especial em técnicas endovasculares – abordagens minimamente invasivas que usam pequenas incisões e oferecem uma recuperação mais rápida. O Blog Gustavo Franklin detalha também como funciona vários tipos de cirurgias para a remoção das varizes, e muito mais, veja a seguir https://www.gustavofranklin.com.br/

Diagnosticamos e tratamos um grande volume de pacientes com doença vascular periférica, doença da artéria carótida, aneurismas e muito mais. Essa extensa experiência cirúrgica se traduz em melhores resultados para nossos pacientes. Sob a liderança de Michael Belkin, MD , nossos cirurgiões estão fazendo grandes avanços na melhoria da saúde vascular: realizando pesquisas e ensaios clínicos inovadores, desenvolvendo novos métodos cirúrgicos empolgantes e treinando a próxima geração de cirurgiões por meio de nosso programa de bolsas.

O que são varizes

As varizes são veias em afiliados inferiores que se apresentam dilatadas e tortuosas, podendo provocar a sinais como dor, peso e canseira. A trombose venosa é a formação de coágulos dentro das veias, que são capazes de se desprender e dirigir-se para o pulmão, causando embolia pulmonar, varizes, microvarizes, teleangiectasias, varicorragia, rotura de varizes úlceras venosas tromboflebites e tromboses venosas trombofilias (doenças do sangue que geram coagulação aumentada) acessos venosos profundos e complicados fístulas arteriovenosas para hemodiálise acesso vascular para quimioterapia.

 

Sistema linfático: Os complicações linfáticos são pouco frequentes e ocorrem no momento em que os afiliados inferiores apresentam dificuldade de drenagem da linfa, com formação de inchaço, que é endurecido e citado.

linfangites linfedema erisipela celulite (o termo médico celulite é distinto da celulite popularmente conhecida, e consiste em contaminação) Exames auxiliares (o cirurgião vascular similarmente pode corporificar exames subsidiários de imagem) A ultrassonografia com Doppler é um exame não invasivo de possível prática, bastante benéfico na achado das modificações nos sistemas arteriais e venosos em afiliados inferiores e superiores e similarmente no sistema carotídeo. Ecodoppler arterial e venal (Ultrassom)

Tratamentos: O laser vem ocupando espaço cada vez maior no tratamento das varizes, tornando-os pouco invasivo.

Intervenção de varizes com laser Intervenção aceite / aberta Intervenção endovascular minimamente invasiva, Angiorradiologia, Radiologia Intervencionista Laser O cirurgião vascular similarmente pode corporificar vários tratamentos que fazem dispositivo para troca de informação com outras especialidades como: Fístula arteriovenosa para hemodiálise – Nefrologia/Urologia Tratamento do lipedema cirurgião e cirúrgico – Intervenção Plástica/Dermatologia/Endocrinologia. Melhor site de cirurgia Vascular

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Cirurgia_endovascular