6 razões pelas quais você deve considerar a abertura de uma conta bancária internacional

Se você já está morando no exterior enquanto sua empresa continua a operar em casa, está planejando emigrar ou expandir seus interesses comerciais enquanto permanece em casa, uma conta bancária internacional é uma excelente maneira de gerenciar seu dinheiro de maneira flexível e conveniente em todo países diferentes. Aqui estão sete razões pelas quais faz sentido considerar uma conta bancária internacional.

1. APROVEITE OS BENEFÍCIOS DO BANCO

Como um cidadão global que está imigrando, vive e dirige um negócio em diferentes regiões, ou tem mais de uma residência principal, manter sua conta bancária em um lugar enquanto opera em diferentes países é um grande benefício. As contas internacionais   permitem que você mantenha uma conta e faça transações em várias moedas também, o que significa que você pode mitigar e gerenciar mais facilmente os riscos associados às flutuações cambiais. Uma conta em várias moedas significa que você pode transferir dinheiro entre contas rapidamente e sem nenhum custo se as contas estiverem no mesmo banco. As contas de poupança internacionais   podem oferecer taxas de juros competitivas, o que pode ser benéfico se você tiver obrigações financeiras em diferentes países. Lidar repetidamente com conversões caras de moeda desperdiça seu tempo e dinheiro.

Fonte de reprodução: getty imagens

Uma conta em várias moedas também significa que você pode cobrir os pagamentos em seu país de origem, pagar as despesas diárias no país em que reside atualmente e até mesmo viajar de forma fácil e conveniente para outras regiões, sem se preocupar em como você acessará seus fundos. Se você tem um imóvel para alugar, também pode gerenciar custos, liquidar contas e receber receitas de aluguel da mesma conta. As contas bancárias internacionais   permitem que os clientes mantenham saldos em diferentes moedas, o que significa que você sempre sabe exatamente quanto de uma moeda específica está disponível. Isso também significa que as taxas de câmbio voláteis não afetarão negativamente seus resultados financeiros ou saldos de contas.


2. DIVERSIFICAÇÃO DE RISCO

Investir em várias regiões também diversifica seu risco e lhe dá a oportunidade de investir em mercados financeiros internacionais com uma gama de opções, incluindo algumas com proteção de capital. Cada país tem suas próprias leis e regulamentos bancários. Manter seu dinheiro em uma conta central internacional significa que você pode evitar o incômodo de abrir várias contas ou tentar enviar dinheiro para o exterior por meio de contas bancárias que estão sujeitas a taxas de câmbio flutuantes e diferentes leis financeiras. Em geral, também é caro transferir dinheiro para o exterior, por isso faz sentido ter acesso flexível, rápido e fácil ao câmbio quando você precisa. Além disso, você está mantendo um relacionamento com seu banqueiro pessoal, mesmo enquanto viaja pelo mundo.

Fonte de reprodução: getty imagens

4. ACESSE O ESPECIALISTA

Os bancos que se especializam em contas internacionais   têm experiência única em trabalhar com pessoas de muitos países diferentes que também viajam entre regiões diferentes ou têm seus negócios e domicílios em países diferentes.
Esses especialistas poderão aconselhá-lo sobre as melhores maneiras de gerenciar seu dinheiro enquanto vive no exterior, oportunidades de investimento offshore e outros benefícios da banca internacional dos quais você pode não estar ciente.

5. APROVEITE O PLANEJAMENTO FISCAL EFICIENTE

Uma conta internacional pode fornecer a oportunidade para um planejamento tributário e de herança eficaz. Os benefícios aplicáveis ​​ao seu caso dependerão de suas circunstâncias pessoais, como país de residência.

Fonte de reprodução: getty imagens

6. PROTEGER SEU CAPITAL

Uma conta bancária internacional baseada em uma jurisdição transparente e altamente regulamentada, como a Ilha de Man, fornece um local seguro para o seu dinheiro. Além disso, para indivíduos de alto patrimônio líquido, uma conta bancária internacional garante que seus fundos não estejam vinculados a um único país ou moeda.

FONTE: https://www.metropoles.com/