ÚLTIMAS NOVIDADES NO BRASIL

 

Confira aqui as últimas notícias no cenário brasileiro

Primeiro solicitado de afastamento como consequência de caso JBS é protocolado vs Temer
O presidente do congresso dos deputados federalista Alessandro Molon (Rede-RJ) foi o primeiro a protocolar um solicitado de afastamento fundamentado na suposta estampagem na qual o presidente Michel Temer teria bem o pagamento de uma mesada a Eduardo Cunha porque este se mantivesse \”em silêncio\” sobre casos de devassidão envolvendo o governo. Jabo News Jaboticatubas

Possessor da JBS grava Temer autorizando compra de silêncio de Cunha, como jornal
Jornal: possuidor da JBS gravou aval de Temer para subornar Cunha
Um ano de governo Temer na prelo alemã

Plenário da Câmara, nesta quarta-feira
Plenário da Câmara, nesta quarta-feira

Fotografia : Gilmar Felix/Ag Câmara / BBCBrasilcom
\”Isso fere direta e também claramente a lei dos Crimes de Responsabilidade, que diga que ter conduta discordante com decoro do missão é justificação para abolição do procuração \”, afirmou Molon a jornalistas na Câmara dos Membros do congresso dos deputados.

ÚLTIMAS NOVIDADES NO BRASIL (3)
O solicitado se baseia no item nono da Lei 1079, que trata sobre crimes versus a correção da gestão.
Segundo jornal O Mundo, Temer teria sido cinzelado por executivos da JBS, que negociam combinação de delação premiada com a Procuradoria Universal da República.
O Supremo Tribunal Federalista não confirma se as delações da JBS foram homologadas. As portas do gabinete do ministro Edson Fachin, responsáveis pelos processos da operação Lava Jato, segundo jornalistas, foram fechadas.
\”O solicitado de demissão de Michel Temer possui sustentação nesta reclamação, nesta delação, que trata do solicitado de manutenção do pagamento de propina a Eduardo Cunha a fim de que este mantenha o seu silencio\”, afirmou o presidente do congresso dos deputados do Rio de Janeiro.
\”É o primeiro solicitado de impedimento de Michel Temer com fundamentação nesses fatos, que devem levar a sua estorno o quanto de antemão \”, completou Molon.
O solicitado de demissão ainda precisa ser analisado pelo presidente da Câmara dos Membros do congresso dos deputados Rodrigo Maia (PMDB-RJ), coligado político de Temer.
Até a publicação desta reportagem, o Palácio do Planalto não havia criticado as denúncias.
Segundo jornal O Mundo, Temer teria indicado o presidente do congresso dos deputados federalista Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver \”um objecto da Coma &F\”, holding que controla a JBS. Loures teria sido impresso em outro instante arrecadando R$ 500 milénio do empresário Joesley Batista, da JBS.
Ao ouvir de Joesley sobre o pagamento de uma mesada a Cunha na prisão, Temer teria dito: \” Deve sustentar isso, viu\”.
Crise no Planalto: quais são os ambientes possíveis caso se confirmem denúncias versus Temer
O presidente Michel Temer é branco de graves acusações depois a propaganda pelo jornal O Orbe, na noite desta quarta-feira, de que teria oferecido aval a uma suposta operação de compra de silêncio do presidente do congresso dos deputados cassado e também ex- -presidente da Câmara dos Membros do congresso dos deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

ÚLTIMAS NOVIDADES NO BRASIL (2)
SAIBA MAIS
Primeiro solicitado de demissão segundo caso JBS é protocolado versus Temer

Presidente Michel Temer durante entrevista nesta semana
Presidente Michel Temer durante entrevista nesta semana

Imagem : Marcos Corrêa/PR / BBCBrasilcom
Segundo jornal, os irmãos Joesley e também Wesley Batista, do conjunto JBS, investigados em desdobramentos da Operação Lava Jato, negociaram uma delação premiada e também entregaram aos investigadores uma gravura na qual Joesley conta a Temer que estava dando a Cunha e também ao doleiro Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados.
O presidente portanto teria contraditado : \” Deve sustentar isso, viu\”.

Como jornal, as gravações foram produzidas com conhecimento da Agente Federalista e também da Procuradoria Por norma geral da República, como secção da delação.
Em nota, o Palácio do Planalto negou as acusações e também defendeu \”ampla e também profunda\” investigação de \” todas e cada uma das denúncias veiculadas pela prelo, com a responsabilização dos eventuais envolvidos em quaisquer ilícitos que venham a ser comprovados\”
\”O presidente Michel Temer não solicitou pagamentos para conseguir o silêncio do ex- – presidente do congresso dos deputados Eduardo Cunha. Não participou e também nem autorizou nenhum gênero de movimento com objetivo de evitar delação ou cooperação com a Justiça pelo ex- -parlamentar\”, diga ainda o transmitido.
Caso o texto do vídeo seja autenticado, Temer é possível que ser denunciado de ter cometido transgressão de obstrução da Justiça no manobra do procuração, o que poderia comprometer sua sustentação política e também a própria permanência no incumbência.
Em caso de uma esporádico saída, em princípio deveria ser realizada uma eleição indireta para escolha, pelo Congresso, do novo governante do país. Porém há também caminhos que poderiam levar a uma eleição direta antecipada.
Temer oi que não solicitou pagamento por silêncio de Cunha

A Presidência da República divulgou nota agora recentemente no qual negação que o presidente Michel Temer tenha solicitado pagamento para conseguir o silêncio do ex- – presidente do congresso dos deputados Eduardo Cunha, recluso em Curitiba na Operação Lava Jato.

ÚLTIMAS NOVIDADES NO BRASIL (4)
SAIBA MAIS
Primeiro solicitado de impedimento a partir de caso JBS é protocolado vs Temer
Jornal: possuinte da JBS gravou aval de Temer para subornar Cunha

Retrato : Dependência Brasil

A nota diga que o presidente \”não participou e também nem autorizou nenhum gênero de movimento com a finalidade de evitar delação ou colcaboração com a Justiça pelo ex- -parlamentar\”

Consoante a Presidência, o encontro com o possuidor do conjunto JBS, Joesley Batista, foi no início de março, no Palácio do Jaburu. \”Não houve no diálogo zero que comprometesse a conduta do presidente da República\”.
O expedido oi ainda que Temer \”defende ampla e também profunda investigação para apurar todas e cada uma das denúncias veiculadas pela prelo, coma responsabilização dos eventuais envolvidos em quaisquer ilícitos e também que venham a ser comprovados\”

No início da noite, jornal O Mundo publicou reportagem, segundo a que, em encontro com empresário Joesley Batista, Temer teria insinuado que se mantivesse pagamento de mesada ao ex- -presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e também ao doleiro Lúcio Funaro a fim de que esses ficassem em silêncio.
Temer estava reunido com governadores da Zona Nordeste. A reunião terminou às 19h50. O presidente, portanto, iniciou uma reunião com os ministros Antonio Imbassahy, da Secretaria de Governo; Eliseu Padilha, da Morada Social ; Moreira Franco, da Secretaria- Por norma geral da Presidência da República, em seguida a propaganda da reportagem. Também estiveram presentes staff da Secretaria de Notícia da Presidência. A nota do Planalto foi enviada à prensa mais ou menos uma hora e também meia em seguida o início da reunião no terceiro caminhar do Planalto, onde estaca o gabinete de Temer. Dia Online Goias

Leave a comment

Your email address will not be published.


*