Streaming x TV Aberta a evolução digital da Internet

 


smart-tv-vs-media-streamer

Streaming

O consumo de streaming de vídeo cresce constantemente, estima-se que 60% audiência deste tipo de conteúdo está aumentando a cada mês, de acordo com o estudo “Audiência Total”, realizada pela Nielsen Company.

Este tipo de dados e a batalha está emergindo entre a concorrência direta para o público entre essas plataformas e canais de televisão (ambas aberta e TV Fechada paga por assinatura), levanta uma questão se vai chegar um momento em que a TV perde batalha.

Streaming de video ao vivo

Um estudo realizado pelo BI Intelligence indica que, durante este 2016 marcas e anunciantes para reforçar a sua presença nas plataformas de streaming de vídeo ao vivo em tempo real. Especifica que, embora este conceito tem sido em torno de anos, a presença de plataformas móveis para entrega de conteúdo irá adicionar um ingrediente muito atraente, em cenários específicos, como Snapchat, Facebook, Twitter e YouTube.

Sem dúvida, a transmissão de vídeo on-line tornou-se um modelo de negócio estratégico como as marcas mais inovadoras que procuram capturar formas a atenção do consumidor.

Tanto é assim que, de acordo com uma pesquisa recente chamado Mídias Marcas de Confiança indica que 88% das agências pesquisadas “pode” ou “definitivamente” vai investir em plataformas ao vivo streaming de vídeo.

Outros dados são consistentes nesse tipo de conteúdo vai continuar a crescer, agora já representam mais de dois terços de todo o tráfego de Internet, e espera-se que essa proporção chegar a até 82 % até 2020, segundo o relatório Visual Networking Index of I cisco lançado em junho passado.

E eles não são apenas os formatos mais recentes (redes sociais) plataformas também já estabelecidos como Netflix, HBO GO, Amazon Prime e Hulu, que conquistaram o interesse do público. Seu crescimento é tal que na transmissão US serviços já são a primeira escolha quando se trata de ver televisão por 52 por cento dos usuários pesquisados destas plataformas. Enquanto na população do Reino Unido entre 18 e 34 gastam mais de 50 por cento do seu tempo gasto assistindo conteúdos audiovisuais, para torná-lo através de serviços de streaming.

A isto se soma o conteúdo oferecido pelos sinais de televisão estão saturados de publicidade e comercial breaks, existem atualmente ainda composta por canais de transmissão de 40 minutos de conteúdo para programas de anúncios e 20 minutos.

Daí cadeias como NBC, BBC, HBO, Fox, entre outros já estão se adaptando aos novos hábitos de consumo do público, por meio de seus canais como redes sociais nos Jogos Olímpicos Rio 2016, ou streaming ao vivo de alguns eventos como o League-. Para isso adiciona suas plataformas online.

Não podemos assegurar que na transmissão de curto prazo de streaming de vídeo ao vivo irá substituir TV, mas a tendência indica que no futuro a distribuição de conteúdo vai gastar mais em plataformas digitais, algo que marcas e empresas conhecem a si mesmos de modo eles vão continuar seu caminho para essa transição.

Powered by WP Robot